• Slide Superior 01
  • Slide Superior 03
  • Slide Superior 04
  • Slide Superior 02

Waldisa Russio

Museóloga e professora, Waldisa Russio Camargo Guarnieri nasceu em São Paulo em 5 de setembro de 1935. Graduou-se pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo em 1959, desenvolvendo, ao longo da década de 1960, múltiplas atividades docentes e funções administrativas junto ao serviço público estadual. No desempenho dessas funções, entrou em contato com a área cultural e, especificamente, com o universo museológico. Organizou as estruturas jurídicas e administrativas do Conselho Estadual de Cultura (1968), do Museu de Arte Sacra de São Paulo (1969) e do Museu da Casa Brasileira (1970). No final de 1970, foi nomeada diretora técnica do Museu da Casa Brasileira, cargo no qual permaneceu até 1975. Nesse ano, passou a exercer as funções de assistente técnica para museus na Secretaria de Cultura, Ciência e Tecnologia do Estado, responsabilizando-se pelo projeto de pesquisa sobre os museus do Estado de São Paulo (1976-1977) e pelo projeto museológico da Casa Guilherme de Almeida. Concluiu o curso de mestrado na Escola Pós-Graduada de Ciências Sociais da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, com a dissertação Museu: um aspecto das organizações culturais de país em via de desenvolvimento (1977). Sua investigação teórica teve prosseguimento com a tese de doutorado, Um museu da indústria na cidade de São Paulo (1980), e desenvolveu-se nos anos de 1980, principalmente a partir da participação no Comitê Internacional de Museologia (ICOFOM) do Conselho Internacional de Museus (ICOM). Ao lado da literatura e da defesa da ecologia, a museologia e o patrimônio cultural foram suas áreas de atuação privilegiadas. Oradora e debatedora incansável, participou de inúmeros congressos e simpósios, nacionais e internacionais. À frente da luta pela regulamentação da profissão de museólogo, foi fundadora do Conselho Regional de Museologia de São Paulo e membro da primeira diretoria do Conselho Federal de Museologia. Ainda fundou e presidiu a Associação Paulista de Museólogos (ASPAM) e a Associação de Trabalhadores em Museus (ATM). Dedicou-se, nos últimos anos, à sua obra mais destacada: a criação do curso de pós-graduação em Museologia, que iniciou suas atividades em 1978, ligado à Escola Pós-graduada de Ciências Sociais da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo. Esse curso deu origem, em 1984, ao Instituto de Museologia de São Paulo, responsável pela formação de toda uma geração de museólogos brasileiros. Faleceu em São Paulo, em 11 de junho de 1990.

Copyright © 2020 Arqueologia Jacarehy - Todos os Direitos Reservados - By Cesira Papera. Desenvolvido: IS Designs.